Widget Image

Comercial e Media Training

Cecília Amaral

cecilia@musicapopularsertaneja.com

(11) 99183-8272

Sugestões de pauta

Cristiane Bomfim

cristiane@musicapopularsertaneja.com

(11) 99453-8127

Mídia Kit

HomePingue-PongueGusttavo Lima lança DVD 50/50 e fala sobre sucesso e surpresa com “Homem de Família”

Gusttavo Lima lança DVD 50/50 e fala sobre sucesso e surpresa com “Homem de Família”

Gusttavo Lima lança DVD 50/50 e fala sobre sucesso e surpresa com “Homem de Família”

Por: Cristiane Bomfim | Data: 24 de julho de 2016

Gusttavo Lima lançou oficialmente na semana passada 50/50, o quinto DVD da carreira, que está sendo vendido desde o último dia 18 no site da Som Livre (CD por R$ 22 e DVD por R$ 29,90) e chegou nas lojas de todo o país na sexta-feira, dia 22. O álbum, gravado nos dias 24, 25 e 26 de março em Caldas Novas, cidade turística de Goiás, foi o primeiro totalmente idealizado pelo artista e não tem nenhuma participação especial.

Uma semana antes do álbum ser colocado à venda, o cantor recebeu fãs, youtubers e jornalistas na sede do Google, em São Paulo, para um bate-papo (a gravação está disponível no canal oficial do cantor no YouTube).  “A minha carreira sempre misturou músicas românticas e músicas de balada. Mas a primeira música que eu lancei, na contramão do sertanejo universitário foi ‘Versos, Rosas e Vinhos’, uma música totalmente romântica”, contou. Depois, vieram sucessos como “Balada” (Tchê Tchê Re Re) e “Gatinha Assanhada”. Daí a ideia de um álbum em que metade das canções fossem românticas e a outra mais “metrópole”, como ele gosta de dizer.

50/50 tem direção musical de Dudu Borges. “Até 2016 eu tinha trabalhado com apenas dois produtores. E eu tinha uma vontade muito grande de ser produzido pelo Dudu. E nós tivemos tempo para escolher as músicas. Não foi aquele DVD gravado com pressa, sem ensaio. Pensamos em tudo: nas músicas, no local, no visual”, contou Gusttavo Lima. Os outros trabalhos tinham as assinaturas do Maestro Pinocchio ( DVDs “Inventor dos Amores”, “Gusttavo Lima e Você” e “Buteco do Gusttavo Lima”) e Eduardo Pepato (“Ao Vivo em São Paulo”).

Lançada três meses atrás, “Que Pena que Acabou” foi a primeira música de trabalho do disco e já tem mais de 45 milhões de visualizações. A surpresa, no entanto, fica por conta de “Homem de Família”, que sem divulgação já ultrapassou as 15 milhões de acessos no YouTube.

O Música Popular Sertaneja aproveitou o lançamento no Google para fazer algumas perguntas inéditas. Confira:

MPS – Como você mede o sucesso?

Gusttavo Lima: Pela internet a gente consegue ter uma boa noção e eu acho que o principal é nos shows. A música que está me deixando muito curioso é uma música que nem é a de trabalho, que é a “Homem de Família”. Cara, a música é a mais tocada no Tocantins, disparado. No Acre e no Amazonas também está em primeiro lugar. É um a música que está com mais de 12 milhões de acessos (agora já superou a marca dos 15 milhões de acessos) em menos de um mês. É incrível. Você chega em uma cidade para fazer um show, num hotel é incrível o que passa de carro tocando a música. Esse negócio de tocar na rua, nas baladas, nos camelos, nas lojas é o maior termômetro. Esse negócio de estar bem posicionado nas rádios, de ser o mais tocado também é bom. Mas tem muito artista que está entre os mais tocados e você nem conhece. Os maiores termômetros são rua, show e internet.

MPS – O que é um número de sucesso?

Gusttavo Lima – A partir de 50 milhões, eu acho. Mas tem música que tem menos. E temos que pensar alto para manter. Tem dois meses que soltamos a música e ela já está batendo 50 milhões. Ou seja, no fim do ano, ela terá cerca de 100 milhões de visualizações.

MPS – Quanto você gastou no seu DVD?

Gusttavo Lima – Ah, eu não posso falar. Ele já se pagou. Esse mês ele se paga. Os shows são o retorno. É um investimento que vale a pena, sim, até porque o pessoal está esperando coisas novas. Na verdade, uma semana antes da gravação eu paguei todo mundo. Agora está vindo o retorno

MPS – Você sente a crise na música sertaneja?

Gusttavo Lima – Sim. Hoje a gente vê que o público está escolhendo quais shows vai assistir. Por exemplo, em uma festa de peão de quatro dias e shows em todos eles, a gente percebe que o público escolhe um ou dois. O contratante está escolhendo o artista que ele sabe que vai levar público. Mas minha agenda não diminuiu, até porque minha meta é 15 apresentações por mês e neste mês estamos fazendo 20, em agosto temos 19 shows.

Gostou? Compartilhe
Rate This Article

cristianebomfimsantos@gmail.com

Deixe um comentário

Versão Desktop